Sábado, 21 de Maio de 2022 12:04
11 11 99843-7541
17°

Tempo aberto

São Bernardo do Campo - SP

Dólar com.

R$ 4,88

Euro

R$ 5,15

Peso Arg.

R$ 0,04

Turismo Tour

Tour Cultural Conta História Da Torre Eiffel

Tour Cultural Conta História Da Torre Eiffel

20/10/2016 08h30 Atualizada há 6 anos
Por: Personalidade ABC
Tour Cultural Conta História Da Torre Eiffel
A construção foi erguida no fim do século XIX e agora em 2016 festejou seus 127 anos. Símbolo do país, esta obra, inicialmente, não estava prevista para durar. A data chave associada à história da Torre Eiffel é inegavelmente a Exposição Universal de 1889. Na ocasião do centenário da Revolução Francesa, um grande concurso havia sido organizado, tendo como tema a “possibilidade de erguer sobre o Campo de Marte uma torre de ferro, de base quadrada, com 125 metros de largura e 300 metros de altura”. Dos 107 projetos apresentados, o de Gustave Eiffel foi o escolhido. Ele tinha a seu lado Maurice Koechlin e Emile Nouguier, como engenheiros, e Stephen Sauvestre, como arquiteto. Torre Eiffel com o Sena A frágil e delicada torre de ferro será erguida apesar dos protestos. Os trabalhos duram 2 anos e se desenrolam em 3 etapas, uma vez as fundações construídas : a construção do primeiro andar, terminado em 1° de abril de 1888, a construção do segundo andar, terminado em 14 de agosto de 1888, e por fim, a montagem definitiva até o topo da torre em 31 de março de 1889, quando o monumento é inaugurado. Gustave Eiffel sobe os 1710 degraus da torre, que nesta época tinha 312 metros de altura, para colocar no seu topo a bandeira tricolor. Uma torre provisória, finalmente símbolo da capital Assim que o projeto virou realidade, estava previsto que o direito de exploração ligado à convenção para a construção da torre durasse 20 anos. Ao fim deste período, a torre deveria ser destruída. Durante este período a torre obteve um imenso sucesso na Exposição Universal com 2 milhões de visitantes que vieram conhecê-la. Assim, ela se torna símbolo da potência industrial francesa da época. A torre faz sucesso também na Exposição de 1900. Gustave Eiffel vai então ter um papel determinante para que a torre não seja destruída: ele se empenha para provar a utilidade científica da torre ao multiplicar as experiências científicas em domínios como a astronomia e a fisiologia. Finalmente, o que salvará a torre será sua utilização como antena de rádio, utilizada inicialmente para as comunicações militares e, em seguida, para uma comunicação radiotelegráfica permanente - que teve, aliás, sua utilidade na Primeira Guerra Mundial. Sucesso mundial A cada ano são aproximadamente 7 milhões de visitantes que vêm subir a torre. O sucesso da Torre Eiffel a levou a ser replicada de maneira mais ou menos idêntica em outros países. E hoje é um dos pontos turísticos mais visitados de Paris. Fonte: www.aventuracao.com.br
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.