Terça, 17 de Maio de 2022 01:59
11 11 99843-7541

Pancada de chuva

São Bernardo do Campo - SP

Dólar com.

R$ 5,06

Euro

R$ 5,28

Peso Arg.

R$ 0,04

Eventos Tecnologia de ponta

São Bernardo celebra 2 anos do novo Hospital Anchieta com retomada de tratamentos oncológicos

Adaptado para tratamento exclusivo de Covid-19, equipamento volta à função original exercida antes da pandemia

01/05/2022 09h20 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: PMSBC
PMSBC
PMSBC

Primeiro equipamento de referência para o atendimento de pacientes com a Covid-19 de São Bernardo, o novo Hospital Anchieta completa neste sábado (30/04) dois anos de reabertura, com a retomada dos tratamentos oncológicos – função exercida antes da pandemia. Em visita à unidade de Saúde, o prefeito Orlando Morando celebrou a nova transição da unidade, que conta ainda com o primeiro aparelho de radioterapia pública municipal da região do Grande ABC.

O chefe do Executivo ressalta que as 3.041 vidas salvas no equipamento durante o período dedicado ao tratamento exclusivo de pacientes com Coronavírus são um importante legado para esta nova fase de retomada do tratamento oncológico, ainda mais eficiente com o novo equipamento de combate ao câncer. O serviço integra projeto de expansão nacional e foi viabilizado pela Prefeitura junto ao Ministério da Saúde, com investimento de R$ 10 milhões.

“É uma sensação de trabalho cumprido. Nesta data, fiz questão de vir até o Anchieta cumprimentar todos os profissionais de Saúde, que tanto se dedicaram no período de pandemia e que agora continuam no combate diário pela vida dos pacientes oncológicos em nossa cidade”, destacou Morando.

TRATAMENTO ONCOLÓGICO – Todo o tratamento oncológico ofertado pela Prefeitura volta a ser executado pelo Hospital Anchieta. Durante a pandemia, os atendimentos vinham sendo realizados no Hospital de Clínicas, com exceção da radioterapia. O município oferta em média 800 consultas oncológicas mensais, 700 sessões de quimioterapia e outras 500 de radioterapia. “Ofertar a radioterapia no mesmo local dos demais tratamentos é um diferencial muito importante para o paciente oncológico. O serviço fica mais humanizado e mais eficiente”, ressaltou o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

LEITOS COVID-19 – Uma ala de isolamento ainda está mantida no hospital, com cinco leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outros cinco de enfermaria para o tratamento de Covid-19. Durante o período de pandemia, os 100 leitos do Hospital Anchieta ficaram dedicados exclusivamente ao tratamento da doença.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.