Terça, 17 de Maio de 2022 00:25
11 11 99843-7541
10°

Pancada de chuva

São Bernardo do Campo - SP

Dólar com.

R$ 5,06

Euro

R$ 5,28

Peso Arg.

R$ 0,04

Especiais Mudanças

Há 8 dias sem novas internações por Covid-19, São Bernardo reorganiza leitos na rede municipal

Com queda nos índices da pandemia, município reduz leitos destinados à doença e reforça atendimentos nas demais patologias

06/04/2022 08h13
Por: Redação Fonte: PMSBC
PMSBC
PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo contabiliza, nesta terça-feira (5/4), oito dias sem novas internações por Covid-19 na rede municipal. Com a pandemia sob controle, o município passa agora por nova redução de leitos destinados à doença para ampliação dos demais serviços de saúde. Em ato simbólico, o prefeito Orlando Morando esteve no Hospital Anchieta para agradecer a todos os profissionais de saúde pela dedicação ao longo da pandemia. Neste mesmo dia, há 2 anos, chefe do Executivo recebia alta hospitalar depois de ter contraído a Covid-19.

“Na nossa rede municipal, foram mais de 12 mil internações e 9.426 altas. Por ser uma doença desconhecida e ainda sem tratamento, tivemos perdas, pelas quais me solidarizo com todos os familiares. Porém, ao longo desses dois anos nunca houve falta de leitos ou de assistência hospitalar. Hoje, estamos com apenas quatro pacientes internados, sendo dois em enfermaria e dois em UTI. Nossos leitos seguem como um legado desta pandemia, agora destinados às outras patologias”, declarou.

REDUÇÃO DE LEITOS – A secretaria de Saúde mantém estrutura destinada ao tratamento da doença em sua rede municipal, com disponibilidade de cinco leitos de enfermaria e cinco leitos de UTI, no Hospital Anchieta. 

COMPARATIVO - Em 31 de março de 2021, 95% dos leitos destinados à Covid-19 estavam ocupados no município, com total de 479 pacientes internados. Um ano depois (31 de março de 2022), o índice caiu para 2% de leitos ocupados, com apenas quatro pacientes internados.

VACINAÇÃO - De acordo com o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, a vacinação teve papel importante no combate à pandemia e na redução de internações. “O cenário nestes dois anos oscilou bastante, mas observamos que assim que a vacinação começou a ser realizada e avançou para todas as faixas etárias, as internações e os casos graves foram sendo reduzidos aos poucos, até contabilizarmos pela primeira vez na cidade, dias sem nenhum novo caso de hospitalização”, complementou.

Até o momento, a cidade já aplicou 1.890.291 doses da vacina contra a Covid-19, o que representa cobertura vacinal de 96% da população adulta com as duas doses e de 74% com a dose de reforço. Entre as crianças de 5 a 11 anos, 61.721 já receberam a primeira dose e 31.467 ambas as doses, o que representa 87% e 44% de cobertura, respectivamente. Já entre os adolescentes de 12 a 17 anos, a cobertura é de 97% para a primeira dose e de 90% para a segunda.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.